• Unidade Cohab: Av. Álvaro Serra Castro
    nº 11 - 2º andar, Cohab Anil III - São Luís - MA
    (98) 3244-0105 / 3259-6248 / 99976-2952
  • contato@gastrolifeslz.com.br
    • 03 MAIO 13
    • 2
    ANSIEDADE – Aprenda a conviver com ela.

    ANSIEDADE – Aprenda a conviver com ela.

    Parente próxima do medo, a ansiedade é uma sensação ou sentimento decorrente da excessiva excitação do Sistema Nervoso Central e da interpretação de uma sensação de perigo iminente.

    Atualmente, este perigo não se manifesta somente como algo que pode afetar o estado físico da pessoa. Mais do que isso: o medo da perda do emprego, de não ter meios de subsistência ou mesmo o fim de um relacionamento são suficientes para desencadear um estado ansioso.

    Ansiedade tem claros sintomas físicos, como respiração curta, taquicardia, sudorese, tremores, tensão muscular, cefaléia, dor e distensão abdominal, entre outros.

    Como diminuir a ansiedade?

    Primeiro é preciso entender que a ansiedade faz parte do cotidiano e que, quando não exagerada, o primeiro passo para combatê-la é identificá-la. Algumas atitudes ajudam a conviver melhor com a ansiedade.

    Respire profunda, lenta e compassadamente pelo maior tempo que for capaz, pois isto ajuda a acalmar fisiologicamente o cérebro e a mente, induzindo a uma sensação de equilíbrio.

    *Entenda que, quando um novo problema aparece, a solução não está na sua mente ou no seu pensamento, mas sim no fato em si. Portanto, olhe para o desafio e procure aceitá-lo e transformá-lo em algo positivo.

    *Aceite e entenda que você não é super-herói e, assim sendo, não pode controlar tudo.

    *Problemas se resolvem com ação, e não com preocupação. Aquilo que vai além do seu melhor esforço não pode ser controlado.

    *Aceite a possibilidade da perda: nada na vida é para sempre.

    *Aceite a conviver com a insegurança e não tenha pressa de se livrar dela.

    *Procure atividades prazerosas e que ajudem a relaxar o corpo e a mente, como um bom livro, esportes, viagens e atividades relaxantes e equilibrantes, como ioga, meditação e massagens.

    Caso a ansiedade se torne patológica, a melhor indicação é a procura de um especialista que pode diagnosticar melhor cada caso, receitar medicamentos ou até acompanhamento psicológico e emocional.

    Para aprender a conviver com a ansiedade, devemos controlar a mente para escapar do domínio do medo e relaxar, pois, de um modo ou de outro, tudo se resolve. A ansiedade só atrasa a resolução.

    Deixe sua mensagem →